• Data: 19 de Dezembro de 2014

Diante de um ambiente em constante transformação, em que a velocidade da evolução tecnológica influi diretamente nas organizações, estas devem se reestruturar para aumentar o seu potencial de competição global. O conhecimento passa a ser o recurso central da organização, a flexibilidade, a inovação e a capacidade empreendedora são as palavras-chave
para uma organização que deseja se manter competitiva.

Para atingir suas metas e objetivos é importante que as organizações conheçam seus ambientes internos e externos (clientes e concorrência) e a eles se adaptem, buscando alternativas que garantam sua inserção e permanência no mercado de livre concorrência. Assim, um dos grandes desafios para as organizações é a inserção no espaço das redes sociais, visando à interatividade com os fatores internos e externos.

Pesquisas recentes apontaram que em novembro de 2014 éramos 1,3 bilhão de pessoas no mundo com acesso às redes sociais, e nós brasileiros estamos entre as pessoas mais engajadas.

Também em 2014, segundo o site STATISTA.COM, chegamos a um total de 77 milhões de brasileiros conectados através das redes sociais, e o site de estatística aponta uma previsão de 95 milhões até 2018. Para se ter uma noção do engajamento do brasileiro nas redes sociais façamos uma proporção entre, a quantidade de usuários das redes sociais (77 Milhões), versus a população total do país (200 Milhões). O resultado é que o Brasil (0.39:1) só perde para os EUA (0.55:1), ficando a frente de países muito mais populosos, como a China (0.28:1) e a Índia (0.10:1).

Ainda, para reforçar a importância das redes sociais para as organizações, uma pesquisa realizada em 2013 pela consultoria Nielsen, revelou que o desejo de dar opiniões sobre produtos e serviços é citado por 68% dos usuários de redes sociais, ou seja, não há como a empresa se esconder das redes sociais. O seu cliente quer se relacionar com a sua empresa através das redes sociais e a empresa que ignora esta informação, e opta por se ausentar das redes sociais, ou simplesmente por impedir o comentário e a interação dos clientes através das redes sociais, não está sendo inteligente. Aceite que as redes sociais são uma realidade e que não dá para deixar de lado, correndo o risco de pagar o preço, que pode ser alto.

Neste contexto, muitos gestores querem saber como utilizar melhor as redes sociais, como a sua empresa pode se posicionar, o que devem ou não fazer.

A realidade é que as redes sociais têm muito mais a oferecer às empresas. Através delas é possível obter informações relevantes sobre os seus clientes, da concorrência, e dos clientes dos concorrentes, e traçar um perfil bastante completo de uma pessoa ou grupo com presença on-line.

Parece um pouco invasivo, certo? Mas uma vez que você se conecta às redes sociais, tens a opção de bloquear alguns acessos, mas diga adeus ao anonimato. As empresas donas dos “apps” de redes sociais, tais como Facebook, Linkedin e outras, disponibilizam interfaces de conexões, chamadas de API (Application Programming Interface), que permitem que um determinado programa faça uma mineração de dados públicos dos usuários em suas bases. O uso inteligente destes dados, utilizando uma ferramenta analítica, pode se tornar uma vantagem competitiva para a sua empresa, seja na hora de apontar um risco, definir uma estratégia ou promoção, analisar um perfil de cliente ou grupo, analisar um concorrente, ou simplesmente para uma interação direta com os clientes para solução de um problema ou a oferta de um produto ou serviço.

Com pessoas que tem cada vez menos tempo à perder, mais ansiosas para encontrar o que precisam e menos pacientes com meios convencionais de propaganda, conhece-las e ofertar, no momento certo o produto certo, pode ser um diferencial competitivo grande para Pequenas e Médias Empresas.

Em entrevista à revista CIO (cio.com.br), em outubro de 2014, o diretor de pesquisas do Gartner, Alexander Linden, afirmou que “Embora as tecnologias analíticas básicas forneçam um resumo geral dos dados, as tecnologias analíticas avançadas entregam informações mais profundas de conhecimento dos dados e dados granulares. A recompensa da tomada de decisão com base em dados pode ser um impulsionador poderoso para os resultados das empresas.”

Neste contexto, Líderes de TI e de negócios devem aumentar seus esforços para que empresas passem do uso tradicional de BI, que aborda análises descritivas (o que aconteceu), para analíticas avançadas, que complementam com as respostas "por que", "o que vai acontecer" e "como vamos cuidar disso".

Com softwares que utilizam tecnologia analítica avançada, como o WISEMINER, é possível cruzar informações de redes sociais com bases internas e externas da organização e fazer análises avançadas que vão gerar uma vantagem competitiva para a sua empresa. O WISEMINER é uma ferramenta completa, end-to-end e de fácil uso, com funcionalidades avançadas que vão desde a captura e integração dos dados, até a classificação, scoring e suporte ao processo decisório da organização. A imagem abaixo resume as funcionalidades disponíveis:

artigo-03-01

Com dados ao alcance das empresas e ferramentas analíticas com a capacidade de correlacionar, enriquecer e criar inteligência competitiva a partir dos dados as organizações precisam fazer mais do que vender, precisam promover experiências incríveis para os seus clientes, e tomar decisões rápidas e com maior assertividade. Através das funcionalidades disponíveis no módulo de integração de redes sociais, o WISEMINER disponibiliza uma visão clara, consolidada e contextualizada que irá suportar as decisões das organizações.

Na imagem abaixo uma visão de como funciona o WISEMINER:

artigo-03-02

Com este módulo é possível analisar e interpretar grandes volumes de dados, mesmo que estes estejam desorganizados. O WISEMINER é capaz de cruzar as informações de um usuário ou grupo de usuários, mapear perfis a níveis granulares (tela 3), e ajudar a sua empresa a definir a melhor maneira de ofertar produtos e serviços para que os consumidores tenham uma experiência incrível.

artigo-03-03

A Qualität IT, é um SolutionPartner da Wiseminer e pode lhe ajudar a implementar uma ferramenta simples, acessível e poderosa para análise de grandes volumes de dados. Entre em contato conosco e saiba mais.

Voltar